quinta-feira, 23 de dezembro de 2010 11 comentários

Resenha de mim ...

♫ ...Então é Natal... E o que você fez? ♫
Eu amei, sorri, chorei, me decepcionei, perdoei, apaguei, escrevi, abandonei, esbravejei, gargalhei, fingi que não vi, fingi que  não sabia, fingi que entendi, conheci, me escondi, evitei, me perdi, me doei, me neguei...
Entre experiências boas e ruins, sobrevivi. E o que eu desejo de verdade é que tudo sirva para alimentar minhas esperanças de um ano ainda melhor.
Sem muito o que escrever por aqui, reflita você também sobre esse ano de 2010 e deixe-o que ele alimente suas esperanças e o impulsione de dando forças para fazer de 2011 um ano ainda melhor.  
♫ Então bom Natal e Ano novo também! ♫ rs




Beijinhos,
Marcele Millen.
segunda-feira, 13 de dezembro de 2010 11 comentários

Lembra de mim? - Sophie Kinsella



Quem nunca teve vontade de dormir e acordar tempos depois, com  os problemas do presente resolvidos e um " futuro" lindo, pronto para ser vivido? Eu pelo menos já desejei isso várias vezes e talvez por isso o livro tenha me despertado o interesse no primeiro momento.
Depois de um acidente, a sem graça Lexi acorda sem se lembrar dos últimos três anos de sua vida. Mas o que aconteceu nesses últimos três anos? Ela se casou com um milionário, ficou rica, se tornou chefe no antigo emprego e conquistou uma beleza estonteante...e tem um amante. Só que ela não faz ideia de quem seja essas pessoas de verdade.
E como tudo são flores, com o passar dos dias ela percebe que é uma estranha pra si mesma, não só na aparência mas nas atitudes que a " nova" Lexi vem tomando nesse tempo.
Toda a mudança que parece tão positiva teve um preço e ela acabou deixando pra trás coisas muito mais importantes na vida. Será que valeu a pena? Será que ainda há tempo para se reencontrar consigo mesma?
Usando uma linguagem leve e descontraída, o livro desperta no leitor alguns questionamentos em relação a sua própria vida. Depois de lê-lo eu fiquei me perguntando se queria mesmo dormir e acordar no futuro, se a não-vivência dos problemas fariam diferença positiva para mim e se eu estaria disposta a não me reconhecer diante do espelho e da vida. 
Uma boa leitura, principalmente pra quem acredita que essa seria a melhor solução para seus problemas. Leia você também e quem você não se encontre com aquele eu que ficou pra trás em algum lugar dentro do tempo? Cabe a você agora avaliar e perceber se a mudança valeu a pena...

Ficha Técnica:

KINSELLA, Sophie
Lembra de mim?
Editora Record
2009
416 páginas

Minha avaliação pessoal:
Acho que nem preciso falar mais nada né? O texto acima já diz tudo.
Destaco apenas a capa, que parece aleatória até os capítulos finais do livro e depois passa a fazer todo o sentido do mundo. Uma excelente escolha.
Merece 4 corações ♥♥♥♥
1 comentários

Dez [10]



Mais um selinho para o Resenhando...
Desta vez ele veio do blogueiro Jân Bispo - http://combatendootedio.blogspot.com/ e eu mais uma vez agradeço ao carinho pelo meu espaço. É muito bom receber demonstrações de que o que você faz agrada as pessoas. 
Obrigada mesmo *.*
Quem recebe o selo deve 
*Repassar o selo para dez blogs.
*Avisar cada blogueiro indicado.
*Falar dez coisas sobre você

Como eu nunca sei quem aceita os selos, quem prefere não receber ( conheço um monte assim)  e como eu ainda não estou com tanto tempo disponível para ficar na internet eu mais uma vez vou deixar em aberto para os interessados que por aqui passar...
Quem se interessar peço que não faça como eu e siga as regras direitinho, rss.

As 10 coisas sobre mim:  

1-Taurina, 24 anos, pedagoga.
2- Filha única.
3- Solteira.
4- Não como feijão, eca eca eca.
5- Curto MPB e rock nacional, dos mais levinhos.
6- Adoro as redes sociais... twitter, facebook, orkut...
7- Entrei no mundo da leitura graças ao Pedro Bandiera.
8- Meu cachorro se chama Theodoro, o Théo. rs
9- Escrevo outras coisas no blog >> http://aprendendoaviver1.blogspot.com/
10- Minha cor preferida é rosa.

Grata demais pelo selo. *.*

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 5 comentários

Novo Selo





E o resenhando comemora a chegada de um novo selinho.
É um imenso prazer recebê-lo porque me dá a certeza de que mesmo tendo pouco tempo de existência e mesmo não sendo um blog popular, é um espaço que as pessoas gostam.
Pessoas comuns, como eu e você que está lendo, pessoas interessadas no prazer que uma leitura pode proporcionar e na sua capacidade de transformação. 
Fica aqui o agradecimento ao blogueiro Willian ( http://www.tocadowilliam.com/) e à todos que me acompanham nesse pedacinho de mim.
Dedico o selo à todos que por aqui passam, pois sei o quanto nos dedicamos ao nosso espaço, o quanto nos preocupamos em fazer algo legal, atraente e bacana, independente do cunho que tenham nossas postagens. Gostando é só pegar!

(Fico devendo uma resenha nova dessa vez, porque passei por uma cirurgia de vesícula e não posso ficar muito tempo sentadinha aqui. Mas uma coisa é certa, quando eu estiver 100% estarei cheia de novidades literárias. rsrsrs)

Beijinhos e até! 
segunda-feira, 29 de novembro de 2010 14 comentários

Quando o Passado Não Passa - Elisa Masseli




Um grande amigo ( o Ricks) já vinha falando do livro para mim há algum tempo, até que me intimou a lê-lo, e eu li.
Quando o passado não passa é um romance espiritualista bastante emocionante que conta a história de Rosa Maria, uma jovem portuguesa com um longo caminho a ser trilhado no Brasil.
Após a morte de seus pais, sua melhor amiga, Ana Luísa, a traz para o Brasil como companhia e juntas vivenciam fortes experiências como a paixão de Ana Luísa com um escravo negro e as conseqüências deste proibido amor.
A vida vai passando para os personagens, o tempo vai passando, segredos vão surgindo, coisas vão se construindo e se desconstruindo ao logo da história mas há coisas que não podem ser modificadas ou esquecidas, simplesmente porque não passam e acabam batendo a nossa porta novamente.
Mesmo sendo um romance espiritualista, ele é muito maior do que a catalogação em si, podendo agradar a diferentes leitores. Quando o passado não passa é uma história onde amor, amizade, confiança, dor, preconceito, poder, ambição e perdão se entrelaçam a cada isntante fazendo com que a emoção flua a cada página.
Para quem gosta de se emocionar e principalmente gosta de sair de um livro com um novo aprendizado,essa é uma ótima dica: Quando o Passado Não Passa, Elisa Masseli.

Ficha Técnica:
MASSELI, Elisa
Quando o passado não passa
Ano 2006
Editora Mensagem de Luz
352 páginas.


Minha Avaliação Pessoal:
Emocionante!!!
Apesar de uma história forte a autora usa uma linguagem leve, fácil de absorver.
Senti em alguns momentos uma certa quebra do assunto, uma fragmentação nas ações, mas nada que questione a qualidade da leitura.
Merece 4 corações ♥♥♥♥

segunda-feira, 22 de novembro de 2010 5 comentários

O Primeiro Selo



Faltando apenas 2 dias para seu aniversário de um mês, o Resenhando comemora seu primeiro selo.
Indicado pela blogueira Jaqueline do blog Palavars do Poeta: (http://palavrasdopoetamf.blogspot.com/ ) comemoramos hoje o recebimento do Prêmio Dardos, selo que me deixa bastante feliz e entusiasmada para continuar com o blog.
O Prêmio Dardos é o reconhecimento dos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc... Que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras. “Estes selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web"
Fica aqui registrada a minha alegria e minha gratidão pelo selo.
Agora, vamos socializar? rs
Das regras:
- Exibir a imagem do Selo no Blog
- Exibir o link do blog que você recebeu a indicação
- Indicar outros (sem número limite) para premiar. 
-Avisar os escolhidos


Seguem os links



segunda-feira, 15 de novembro de 2010 7 comentários

Doidas e Santas - Martha Medeiros



Doidas e Santas chegou na minha vida de uma maneira bem especial, num momento bem especial quando eu não estava muito legal comigo mesma. Estava num período meio introspectivo, sem querer muito papo com as pessoas quando um dos meus melhores amigos - e super fã da autora, o Máhmis -  o indicou. Disse que me faria bem, que algumas crônicas tinham a minha cara e que eu precisava ler. 
Mesmo conhecendo alguns textos da autora, não levei muita fé, mas a insistência foi grande e eu acabei o baixando na internet. Comecei e não parei mais.
O livro reúne crônicas da autora que vão direto ao coração do leitor. Muitas vezes tive a sensação de dialogar com o texto que além de leve e divertido é bastante sensível e embora possa parecer uma obra voltada ao público feminino eu o vejo superior a esta limitação.
Com crônicas extremamente "humanas" é impossível que um homem ou um adolescente, por exemplo, não de identifique com o cunho do texto que vai desde a rotina do dia-a-dia até uma desilusão amorosa ( quem nunca passou por uma?)
Uma das vantagens do livro é que você pode se deliciar com ele aos pouquinhos sem perder o foco da leitura. Uma crônica antes de dormir, uma outra dentro do ônibus, outra no consultório enquanto espera atendimento... Enfim, é um livro cabível a todos os momentos. 
Não deixe de conferir.

Ficha Técnica:
MEDEIROS, Martha
Doidas e Santas
ano: 2008
L&PM Editores
232 páginas


Minha Avaliação Pessoal
Uma companhia muito gostosa de se ter em casa, rs. Sugiro como leitura de " intervalo" entre um livro mais denso e outro. Você pode conferir minha crônica favorita, O Cartão,  em: 

Merece 4 corações ♥♥♥♥



segunda-feira, 8 de novembro de 2010 14 comentários

A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafon



Sem dúvidas nenhuma um dos melhores- se não o melhor- livros que eu já li na minha vida. E meu interesse pelo livro surgiu desde a primeira olhadinha na livraria. Atrevo-me a dizer que a frase usada na divulgação ( a mesma no subtítulo do blog) já foi o suficiente para me apetecer.
A história se passa em Barcelona na época pós guerra de 45.  Preocupado em esquecer o rosto de sua mãe falecida, Daniel ganha de presente do pai uma visita a um lugar misterioso, quase mágico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar trata-se na verdade de uma biblioteca que guarda milhares de exemplares de autores que foram esquecidos pelo público, livros que foram proibidos de circularem no período da guerra etc.
Lá Daniel conhece uma obra de Julián Carax e se encanta com sua escrita. Aturdido com tanta genialidade literária, Daniel passa a buscar informações do autor, afim de descobrir novos títulos de seu ídolo. É aí então, que ele descobre os livros de Carax vem sido queimados por todo o mundo, e que provavelmente o que ele tem em mãos é o último de sua obra.
Sem entender os motivos que levariam alguém a queimar tal preciosidade, Daniel começa uma incessante busca pela resposta. 
A cada capítulo o autor descobre novas peças do quebra-cabeça que monta e se desmonta ao longo da trama, fazendo com que a aventura e o mistério sejam elementos permanentes no texto, sem contar é claro com o romance entre Daniel e a jovem Polyana Aldaya.
Destaque especial para o personagem Fermín, um mendigo que Daniel conhece e que vira mais tarde seu grande cúmplice na busca sobre informações de Caráx. Fermín acrescenta ao texto muito humor e dinamização e é impossível não dar risada com suas falas.
Enfim, A Sobra do Vento é um livro eletrizante que, mesmo com uma linguagem mais rebuscada e um texto mais denso te contagia de uma forma extremamente deliciosa. 
Venha você também desvendar esse mistério sobre o grande e enigmático Júlian Carax, se deliciar nas aventuras de Fermín e se emocionar com o romance entre o jovem casal... A sombra do Vento, vale muito à pena.

Ficha Técnica:
Sombra do vento, A
ZAFON, Carlos Ruiz
Editora Objetiva
Ano 2007 ( Brasil)
400 páginas.

Minha Avaliação Pessoal

Como disse, um dos melhores. E nem é livro " de mulherzinha" como diz um amigo, e que eu amo.
O livro é tão envolvente que eu sonhei com a trama na época em que estava-o lendo, rsrs. Dei de presente para um amigo no mês passado, e espero de verdade que você se dê esse presente também. Pode confiar.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ Ganhou 5 corações, mas eu daria 10, 20... 
segunda-feira, 1 de novembro de 2010 23 comentários

O Caçador de Pipas





Um dos livros mais aclamados e comentados nos últimos anos com um sucesso estrondoso de vendas; O Caçador de Pipas tem autoria de Khaled Hosseini e retrata a história de amizade de dois afegões: Amir e Hassan.
Amir é um menino rico que cresceu sem a mãe e possui uma relação distanciada porém de muito respeito com seu pai. Seu melhor amigo é Hassan, seu criado pertencente a classe dos hazaras (vista como uma classe humanamente inferior) com quem ele divide suas histórias e sua vida.
Ambos possuem uma amizade baseada em respeito e companheirismo até que um festival de pipas marca a história dos dois jovens.
Para atrapalhar ainda mais as coisas, a queda da Monarquia obriga Amir e seu pai mudarem de cidade fugindo do então novo regime soviético. 
Mudam não só de cidade mas também de país. Agora nos E.U.A Amir conhece a jovem Soraya, casa-se com ela e vivem uma incessante tentativa de terem filhos, enquanto Amir começa sua vida de escritor. Tudo corre relativamente tranquilo até que a vida bate a porta, cobrando uma antiga dívida de Amir para com Sohrab e para com ele mesmo.
Mas quem é Sohrab? O que de tão grave aconteceu para separar Amir e Hassan? Que dívida é essa que Amir precisa pagar? 
Apesar de nomes e expressões afegãs em demasia - o que torna o texto denso e um pouco cansativo, ao meu ver-  O Caçador de Pipas é uma romance histórico e datado, recheado de valores como gratidão, honra e amizade que merece ser conferido.


Ficha Técnica:
Caçador de Pipas, O
HOSSEINI, Khaled
Ano:2005
Editora: Nova Fronteira
368 páginas.



Minha Avaliação Pessoal:
Curti o livro até o penúltimo capítulo e confesso um certo desapontamento com o capítulo final. Esperava mais. Ao menos algumas coisas melhores resolvidas. Talvez seja o costume com o felizes para sempre, mas acho que faz parte.
Ganhou 4 corações: ♥♥♥♥
domingo, 24 de outubro de 2010 5 comentários

Querido John - Nicholas Sparks


Conheci o autor na obra Uma carta de amor, um dos primeiros livros mais adultos que li, por volta dos 15 anos. Me apaixonei pela historia na época, mas acabei me desligando do autor. 
Ao terminar de ler Querido John, que também me deixou bastante emocionada, fui ler sobre o autor e acabei descobrindo a feliz coincidência.
Querido John retrata a história de um jovem soldado, ex rebelde "sem causa" que tem a vida transformada ao conhecer Savanahh, uma jovem universitária cristã e conservadora. Apaixonados eles vivem uma bonita história de amor, mesmo com a distancia como obstáculo: Savannah fica para terminar seus estudos enquanto John volta ao exército para terminar sua missão militar.
Tudo parece fluir perfeitamente bem, até que a catástrofe do dia 11 de setembro bate-lhes à porta.
A partir daí, muita coisa inesperada acontece e o leitor pode vivenciar a emoção e beleza do amor nas suas mais diversas formas, muitas vezes não entendidas por nós.
Querido John faz com que você se depare com uma grande verdade muitas vezes ignoradas: a de que nada é estático e tudo pode mudar a qualquer momento.
Destaque especial para a história do pai de John, que te faz repensar sobre conceitos pré-formados. Afinal, não é por que não é do teu jeito, que não é amor.
Uma excelente história, com um final surpreendente e emocionante.
" O que você faria com uma carta que mudasse tudo?"

Ficha Técnica:
Querido John
SPARKS, Nicholas
Ed. Novo Conceito
1ª ed- 2010
Págs: 288


Minha Avaliação Pessoal: Um livro que me encantou. Li em apenas dois dias e terminei-o com lágrima nos olhos, imaginando o quanto um amor de verdade pode ser generoso e bonito. Sei que existe o filme, mas tenho certeza que o livro é bem melhor. Super Recomendo.
5 corações: ♥♥♥♥♥
0 comentários

Como se livrar de Matthew - Jane Fallon


A primeira vez que li sobre o livro foi em uma revista feminina ( Gloss) que tratava de um tema parecido.
Me interessei pela temática e acabei adquirindo o livro em seguida.
A história gira em torno de Hellen, uma secretária que mantém um caso durante anos com um dos sócios da empresa, Matthew. 
Durante todo os anos que se passaram, o maior desejo de Hellen era ser a única e exclusiva mulher da vida de Matthew. Isso começa a mudar, quando ela percebe que suas amigas vão se afastando dela, a medida que vão se casando e o quanto carregar o título de amante pode ser árduo e humilhante. É nessa fase porém, que seu sonho se concretiza e Matthew resolve deixar a família e mudar para seu pequeno apartamento.
Agora além ter que dividir seu espaço repentinamente com Matthew ela se vê obrigada a conviver com suas filhas adolescentes e a fama de destruidora de lares.
Para se livrar do problema, Hellen resolve ajudar na reconciliação do casal sem que ninguém saiba de seu plano.
Tudo muda quando ela conhece Sophie e percebe que a imagem que criara da esposa de seu amante estava totalmente equivocada e quando conhece Léo, um chefe de cozinha que não sai de seu pensamento e que possui uma "certa proximidade com Matthew."
O legal do livro além de tantas confusões amorosas ( Hellen deixa de se depilar na tentativa de fazer Matthew sentir saudades da esposa) é a vida profissional de Hellen, que parecia já não ter chances de ascender na empresa em que trabalha além de sentimentos sinceros e bonitos como a amizade verdadeira.
Como tudo isso irá acabar? Com quem Matthew irá terminar?
Conseguirá Hellen suas amigas de volta e sua reputação, agora manchada diante toda a empresa?
Confira em " Como se livrar de Mattehw".

Ficha Técnica:

Como se livrar de Matthew
FOLLON, Jane
Editora Record
1ª ed. 2004
400 págs.

Minha Avaliação Pessoal:
Apesar de ser uma leitura longa, foi um livro que me conquistou e que eu fiquei adiando a leitura no final, só pra não dar adeus a personagem. Pode não ser o melhor que eu já li, mas mesmo assim me divertiu e me contagiou bastante.
Merece 4 corações ♥♥♥♥
7 comentários

A Hora da Verdade - Pedro Bandeira.





Começo o blog falando um pouco do meu livro favorito: A Hora da Verdade de Pedro Bandeira.
Apesar de ser um autor voltado para o público infanto-juvenil, Pedro Bandeira traz nessa obra uma re-leitura própria de Shakespeare e Machado de Assis.
Não se trata porém de uma leitura densa, de difícil compreensão. Com um texto agradável e envolvente o autor consegue agradar tanto aos adolescentes quanto aos mais crescidinhos (eu). 
Confesso ter lido boa parte dos livros do autor na minha adolescência e atribuo à ele o meu gosto pela leitura, mas foi com A Hora Da Verdade que eu me apaixonei de verdade.
Foi nele que eu eternizei em mim a frase " lamentar uma dor passada do presente é criar uma nova dor e sofrer novamente" (Shekespeare)
O livro traz a tona questões bastante comuns como o ciúme e o grande estrago que ele pode causar, além de preconceito e valores como amizade, respeito, perdão, mentiras.
Iara ainda é apaixonada pelo seu ex, Desmond, com quem se relacionou há algum tempo mas teve seu namoro interrompido por não saber lidar com seus próprios ciúmes. Enquanto isso chega na escola uma nova aluna chamada Adele.
Iara e Adele se tornam grandes amigas e dividem a atenção do time de vôlei da escola. Tudo seria perfeito, se não fosse o fato de Desmond se apaixonar por Adele e eles começarem a namorar. 
Nasce então em Iara o grande desejo de separar o casal, mesmo que isso lhe custe as piores armações imagináveis.
Até que ponto a amizade até então verdadeira por Adele será capaz de sobreviver? Até que ponto se é possível perdoar uma traição?
Até que ponto um amor é mesmo eterno?
Confira em A Hora da Verdade!

Ficha Técnica:

Hora da verdade, A
BANDEIRA, Pedro
Editora Ática
ano: 1998
Págs: 168

( Minha Avaliação Pessoal: Excelente! 5 corações pra ele: ♥♥♥♥♥)
 
;