quarta-feira, 30 de março de 2011 9 comentários

O Mundo de Vidro - Mauricio Gomyde


Pensem num romance. Não um chick lit tipicamente feminino ( que eu adoro!) mas um romance a capaz de atrair o interesse de homens e mulheres.
Pensem em uma comédia com uma linguagem leve e bem fiel a que nós usamos no dia-a-dia. 
Pensem num livro que vai fazer você se identificar em várias situações... Agora pensem num livro que reúna tudo isso e conheça O Mundo De Vidro.
Quando duas vidas se cruzam não há como fugir. Quando uma história deve acontecer, acontecerá. Esteja você com alguém, sozinho, feliz, deprimido ou simplesmente esperando um metro. E é exatamente isso que O Mundo de Vidro retrata. O encontro de Ele e Ela e todas as loucuras que fazemos para ser notados ( quem nunca fez nenhuma, que atire a primeira pedra). 
Mas e quando o outro é totalmente o oposto de você? Será que pode nascer amor entre pessoas tão diferentes de personalidade e oportunidades de vida?
Sem nomear os protagonistas da trama( e acredite, você não vai sentir falta disto) Mauricio Gomyde nos presenteia com uma leitura agradável e envolvente além de provar que os nossos escritores brasileiros não ficam devendo em nada aos de fora, coisa que as vezes acabamos nos esquecendo. 

Ficha Técnica
O Mundo de Vidro
GOMYDE, Mauricio
Editora- Porto 71 - 3ª edição
Ano:2011
236 páginas

Minha avaliação pessoal:
Adorei. É bom demais ler estórias na nossa própria realidade brasileira. Destaque para Horácio, um papagaio fêmea ( isso só é descoberto depois do batismo, coitado, rs) com suas tiradas sensacionais.
E a capa.. eu amo essa capa!
♥♥♥♥♥ Merece 5 corações

terça-feira, 22 de março de 2011 13 comentários

Musashi - Eiji Yoshikawa




Um épico, isso mesmo!! Se me pedissem para resumir 1900 paginas em uma palavra essa seria a minha resolução: épico!

De fato é exatamente isso amigos, se voce preza em um livro uma bela história, bem coesa, bem conexa, com a dose certa de detalhes para te deixar envolvido e um romance no melhor estilo oriental, Musashi de Eiji Yoshikawa é a pedida!

Como todo bom apaixonado por artes maciais, logo me identifiquei com o pensamento do autor, com a maneira de demonstrar a evolução do seu personagem que era, outrora um simplório errante dotado de alguma habilidade e com imaturidade de sobra em um mestre na arte da espada e um exemplo de duas coisas que a nossa sociedade carece nos dias de hoje: Caráter e Honra.

Basicamente a história se dá pela vda de dois samurais, e mostra como o desenrolar das suas vidas se fez de acordo com as escolhas que fizeram ao longo da trama, e, se me permite uma pequena confissão, me fez ver a minha vida através da vida deles em alguns momentos pelas escolhas que fiz da minha própria.

Posso dizer que deixei de ir com minha família a um parque aquático para ficar em casa em um domingo de sol lendo esse livro dado a uma determinada parte da trama que muito me fazia refletir.

Enfim, já que minha cara amiga falante (Marcele Millen) não gosta desse tipo de leitura, achei que podia contribuir no aspecto de diversificar um pouco as postagens dela e espero que gostem dessa linda biografia (se é que posso assim dizer) repleta de mistério, romance e reflexão.

Ficha Técnica:
Musashi vol 1 e 2
1935
Eiji Yoshikawa
Editora: Estação da Liberdade

Hoje quem assina a resenha é um amigo de longa data, o Frederico Belfort um "Brasileiro, Carioca, Engenheiro Químico e Escoteiro de fim de semana!"
Se você também tiver uma resenha e quiser publicá-la aqui, é só entrar em contato.
;)
quarta-feira, 16 de março de 2011 9 comentários

Os homens com quem não me casei - Lynn Schnurnberger, Janice Kaplan



Não adianta fugir, todos nós homens e mulheres, adolescentes e adultos passamos ou ainda passaremos por essa experiência na vida. Seja por uma desilusão, uma memória ativada ou até mesmo uma curiosidade inocente haverá um dia que indagaremos: "O que aconteceu com aquele antigo amor?" ou " Como teria sido se eu tivesse namorado/casado com aquele ex?" É mais ou menos nessa linha que o livro se dá. Com o fim de seu confortável casamento, Hallie cria uma lista com os nomes de seus antigos amores e tenta descobrir o que aconteceu em suas vidas e o que teria acontecido com a sua própria vida se o relacionamento com eles não tivessem acabado. 
Fazem parte de sua lista um milionário, um líder espiritual e um fotógrafo que agora trabalha com ninguém menos que a Angelina Jolie -e eu só estou contando isso, porque já são citados na sinopse, caso contrário eu nem comentaria- além de um nome que ela não consegue nem ao menos cogitar a hipótese se reencontra-lo. 
O livro é sim um pouco clichê, mas também possui cenas muito engraçadas além de uma conexão bastante realista com o mundo real aqui fora. E o melhor de tudo: quando você pensa que já descobriu o final as coisas mudam e o não tão esperado assim acontece.
Um livro inteligente, com humor inteligente e que te faz refletir sobre muita coisa, principalmente os motivos das coisas estarem onde estão. Mas isso você só vai entender depois que o ler!
Os Homens Com Quem Não Me Casei: recomendo muito!

Ficha Técnica:
Os homens com quem não me casei 
Lynn Schnurnberger, Janice Kaplan
2009 
Editora: Record
400 páginas.

Minha Avaliação Pessoal:
Entrou para a lista dos favoritos e foi com ele que percebi que gosto de chick litis com mulheres mais maduras.
E mesmo tendo 24, já me perguntei o que teria sido se eu tivesse namorado fulano de tal, ou continuado com Ciclano ... acho que todo mundo acaba se perguntando isso em algum momento da vida.
♥♥♥♥♥ 5 corações com prazer!

PS: Conheça também meu mais antigo espaço, só que lá sou eu quem escrevo: http://aprendendoaviver1.blogspot.com/ 
segunda-feira, 7 de março de 2011 16 comentários

Desculpa se te chamo de amor - Federico Moccia




Um amigo tinha me atentado ao fato de eu só colocar livros de que gosto muito por aqui, embora tenha alguns que eu não tenha gostado ou terminado. Achei esse comentário muito pertinente e hoje vim apresentar um livro que, apesar de ter sido muito esperado e comentado aqui no Brasil não me encantou nem um pouquinho.
Desculpa se te chamo de amor é uma obra italiana do autor Federico Moccia e possui um filme adaptado, que aqui no Brasil receber o título de " Uma Lição der Amor". A estória em si é boa: uma jovem de 17 anos ( Nikki)  se envolve num acidente com um homem de 37( Alex), recém-separado de sua esposa. 
Nikki está terminando os estudos, pratica muitos esportes e até meio irresponsável e mimada enquanto Alex é um importante publicitário que tem nas mãos uma campanha muito importante que pode mudar o seu destino e o destino de alguns funcionários de sua empresa e no peito o vazio do um abandono de sua ex-noiva.
Apesar da diferença de idade e estilo de vida, eles se apaixonam e dão vida a um romance temperado com humor, leveza e aventuras. Família, amigos, ambições diferentes... é legal ver esses dois mundos que parecem tão distantes se fundirem a um só.
Qual o problema então? A estória não me empolgou, apesar de ter todos os ingredientes que eu tanto gosto. 
A leitura é um pouco confusa, ora em primeira pessoa ora em terceira pessoa. Um parágrafo é o pensamento de Nikki e o seguinte já é o de Alex, e você só percebe isso quando chega ao final do mesmo, e para piorar as falas são identificadas com aspas e não travessão, o que me incomodou bastante.
O livro possui uma continuação, porém mudaram o tradutor, o que me faz pensar que essa problemática toda tem a ver com a tradução e não com o livro em si, hipótese que faz muito sentido pra mim já que, como dito antes, a estória tem uma proposta interessante.
Ainda não decidi se quero ler a continuação "Desculpa, quero me casar contigo" mas algo me diz este deve ser bem mais leve e melhor formatado. Pelo menos, é o que espero.

Ficha Técnica:
Desculpa se te chamo de amor
MOCCIA, Federico
2009
Editora: Planeta do Brasil
424 páginas.

Minha Avaliação Pessoal
Acho que a resenha em si já diz tudo. Pela proposta da estória merece 2 corações. 
♥♥

 
;